quinta-feira, novembro 16, 2017

DOROTHY

Surpreenda-se mais uma vez com John Lennon em She´s a Friend of Dorothy 
Por Celso Rommel

Uma composição não lançada de John Lennon que poderia ter sido um hit. Infelizmente ele não teve tempo de finalizá-la, como bem sabemos.

Friend of Dorothy é uma gíria para designar alguém homossexual, com todas as lantejoulas drags do mundo underground e até referências à "rainha da Discothéque".

É toda composta na terceira pessoa, bastante incomum para o trabalho majoritariamente pessoal e autoral do beatle.

Para um fã que não conhecia, ouvi-la é algo agradável e consolador, o mais próximo de um contato post mortem com o ídolo.

O bom humor e a melodia cativante na minha opinião soariam muito bem nos anos oitenta, inclusive nas pistas de dança.

Outro fato interessante é que a música é alto astral, ao contrário de muita coisa deprê que ele andava compondo.

A versão de Los Escarabajos (Espanha) é muito boa e traz o que se poderia esperar de uma gravação de Lennon, incluindo o timbre de voz bastante parecido.

Ocorre porém que John era o improvável em pessoa e a música poderia ter ganhado um contorno bem diferente, eu arriscaria dizer, até mais moderno, como soou na época, por exemplo, o disco Double Fantasy.

Só ouvindo mesmo. Confira:


E aqui uma versão com a banda Los Escarabajos:

 

Sensacional! Obrigado, beatlefriend Celso Rommel! Yeah! 

domingo, novembro 05, 2017

BECAUSE I TOLD YOU BEFORE

Hoje o Beatles Outtakes traz a canção You Can't Do That, ao vivo.

Ela foi lançada no álbum A Hard Day's Night, de 1964 e o solo de guitarra nesta canção é executado por John e não por George, como seria o usual. Enjoy!

 

segunda-feira, outubro 09, 2017

SO I SAY HELLO AGAIN

Here We Go Again é uma canção de John e Phill Spector que foi lançada no álbum póstumo de John, o Menlove Avenue, em 03 de novembro de 1986.

Ela é uma das canções outtakes do álbum Rock'n'Roll de 21 de fevereiro de 1975.

O post do dia de hoje, 09 de outubro de 2017, data em que John completaria 77 anos de vida, contém uma demo acústica da canção - eu a prefiro à versão lançada no Menlove Avenue, na qual o produtor Phill Spector a sobrecarrega com sua 'parede de som' -, gravada em outono de 1973 em Los Angeles. Happy birthday and God bless you, John!

quarta-feira, outubro 04, 2017

LUCY TAKE 1

E hoje você vai ouvir o take 1 da bela Lucy in the Sky With Diamonds!

O áudio, que mostra a primeira tentativa de gravar a canção, foi registrado em 28 de Fevereiro de 1967. Yeah!

sexta-feira, setembro 22, 2017

IF I HEAR

A apresentação dos Beatles no Vancouver Empire Stadium, Canadá, por pouco não terminou em tragédia. A multidão, enlouquecida, deu muito trabalho aos organizadores e Paul parou o show por alguns momentos para pedir calma para a plateia, sob os olhares apreensivos de Brian Epstein. O dia era 22 de agosto de 1964.

Ouça na postagem de hoje a interpretação dos Beatles para a canção If I Feel. O barulho era tão ensurdecedor que os quatro mal conseguiam ouvir um ao outro, o que gerou muitos risos e quase total descontrole das vozes e dos instrumentos. Mais tarde John diria que se tivessem colocado quatro bonecos no palco ninguém notaria a diferença. Check!


Check this out on Chirbit

terça-feira, agosto 29, 2017

AUGUST 29, 1966. FIFTY ONE YEARS AGO!

Nesse ponto das suas carreiras, os Beatles já haviam decidido a não fazer mais shows ao vivo. Várias más situações tinham ocorrido, como uma fã se atirar nas caixas de som e arrancar um chapéu da cabeça de John, gente pisoteada, e até um pouso forçado em Portland em 1965, quando uma das hélices do quadrimotor pegou fogo durante a chegada no aeroporto (essa mesma aeronave viria a cair dois anos depois, matando parte daquela tripulação).

John disse que, durante esse fato, sentiu que ia morrer como Buddy Holly, que perdera a vida na queda de um avião em 1959. Mas John, sempre John, ao perceber que estava seguro, após o avião aterrissar numa piscina de espuma e deslizar por mais de um quilômetro e parar, colocou as mãos em concha na boca e anunciou para os outros passageiros, loucos para saírem dali: " - Calma! Calma todo mundo!! Tá tudo bem, todo mundo, tudo bem! Vamos descer: Beatles, mulheres e crianças primeiro!".

Ademais, aconteceram shows em que eles não conseguiam sequer ouvir uns aos outros. Determinado fim de um deles Ringo disse: "- Puxa, eu não ouvia nada quando tocava A Taste Of Honey!", no que Paul respondeu: "- Ué, mas eu não cantei essa música hoje!".

Realmente, as performances ao vivo poderiam ter parado bem ao término de 1965, quando eles concordaram que precisavam se dedicar mais à feitura das músicas, trabalhar mais em estúdio, inovar, pois sentiam que poderiam "ficar para trás" naquela turbulência que chocoalhava o cenário cultural da época. O fim tão esperado, no entanto, veio no dia 29 de agosto de 1966 no Candlestick Park, São Francisco, de 9:27 à 10:00 da noite, em frente a 25.000 pessoas.

O espetáculo foi gravado por Tony Barrow, funcionário da NEMS, à insistência de Paul, que percebia ser aquele momento o fim de uma era.

Depois de nove anos e mais de 1400 concertos, os Beatles tinham dado o último espetáculo ao vivo deles, finalizando com Long Tall Sally. Listen!

sexta-feira, julho 28, 2017

YOU HID THE LIGHT OF DAY

I Don't Want To See You Again é uma das várias músicas que os Beatles deram para outros intérpretes lançar. 

Composta por Paul McCartney, e creditada a Lennon/McCartney, ela foi gravada por Peter and Gordon em 1964 como single

A canção alcançou o número 16 no Billboard Hot 100

Curiosidade: Peter Asher, um dos componentes da dupla, é irmão de Jane Asher, com quem Paul namorava na época. 

Ouça a canção, apresentada pelo próprio Paul! Yeah!

 
Check this out on Chirbit

terça-feira, maio 30, 2017

OH, BOY!

Como se sabe, a canção A Day in the Life do álbum Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band, é uma junção de duas músicas: de John (1a. parte) e Paul (2a. parte). 

Este take magnífico de hoje, traz a canção ainda em fase de burilamento, com apenas a primeira parte de John. 

Ouve-se, também, a contagem de tempo feita pelo eterno roadie Mal Evans, no local onde, num futuro próximo, foi inserida a parte da orquestra, orientada para tocar a esmo tentando alcançar as notas mais altas em cada instrumento.

Aqui, um "Ahummmm" coletivo finaliza a canção e que seria substituído, na gravação oficial lançada no álbum, por um tom de Mi maior, tocado simultaneamente por Mal Evans, John Lennon, Paul McCartney e Ringo Starr em três pianos diferentes, que foi triplicada através de "overdub", criando um efeito de apoteose. Genialidade. Ouça!


 
Check this out on Chirbit