quarta-feira, maio 30, 2018

AND NOBODY'S THERE

O post de hoje é sobre uma linda balada de John Lennon, que nunca foi lançada oficialmente. Essa demo de Mirror Mirror (On the Wall), cantada e tocada ao piano no seu apartamento do Dakota em 1977, tem o tom melancólico e uma letra que revela a infindável busca pela sua identidade, pelo seu porto seguro, um lugar em que fosse bem recebido e muito amado. Mais ou menos assim:

"Olho para o espelho e não há ninguém ali... Apenas continuo fitando... Como pode ser? Sou eu? Sou eu?".

Mirror Mirror

John Lennon

Sometimes I look in the mirror
There's nobody there
But I just keep on staring and staring
No, can it be, can it be, can it be?

And then I look in the mirror
And nobody's there
But I just keep on staring and staring
And no, is it me, is it me, is it me?


E o blog Beatles Outtakes pesquisou e trouxe Mirror, Mirror trabalhada por um fã. Depois diz se gostou! Listen!

2 comentários:

Joana Lenna disse...

:3 muito bom achei legal *o*

Carlos Edu Bernardes disse...

Demais, né Joana? 4FABeijos e volte sempre!