segunda-feira, outubro 09, 2017

SO I SAY HELLO AGAIN

Here We Go Again é uma canção de John e Phill Spector que foi lançada no álbum póstumo de John, o Menlove Avenue, em 03 de novembro de 1986.

Ela é uma das canções outtakes do álbum Rock'n'Roll de 21 de fevereiro de 1975.

O post do dia de hoje, 09 de outubro de 2017, data em que John completaria 77 anos de vida, contém uma demo acústica da canção - eu a prefiro à versão lançada no Menlove Avenue, na qual o produtor Phill Spector a sobrecarrega com sua 'parede de som' -, gravada em outono de 1973 em Los Angeles. Happy birthday and God bless you, John!

quarta-feira, outubro 04, 2017

LUCY TAKE 1

E hoje você vai ouvir o take 1 da bela Lucy in the Sky With Diamonds!

O áudio, que mostra a primeira tentativa de gravar a canção, foi registrado em 28 de Fevereiro de 1967. Yeah!

sexta-feira, setembro 22, 2017

IF I HEAR

A apresentação dos Beatles no Vancouver Empire Stadium, Canadá, por pouco não terminou em tragédia. A multidão, enlouquecida, deu muito trabalho aos organizadores e Paul parou o show por alguns momentos para pedir calma para a plateia, sob os olhares apreensivos de Brian Epstein. O dia era 22 de agosto de 1964.

Ouça na postagem de hoje a interpretação dos Beatles para a canção If I Feel. O barulho era tão ensurdecedor que os quatro mal conseguiam ouvir um ao outro, o que gerou muitos risos e quase total descontrole das vozes e dos instrumentos. Mais tarde John diria que se tivessem colocado quatro bonecos no palco ninguém notaria a diferença. Check!


Check this out on Chirbit

terça-feira, agosto 29, 2017

AUGUST 29, 1966. FIFTY ONE YEARS AGO!

Nesse ponto das suas carreiras, os Beatles já haviam decidido a não fazer mais shows ao vivo. Várias más situações tinham ocorrido, como uma fã se atirar nas caixas de som e arrancar um chapéu da cabeça de John, gente pisoteada, e até um pouso forçado em Portland em 1965, quando uma das hélices do quadrimotor pegou fogo durante a chegada no aeroporto (essa mesma aeronave viria a cair dois anos depois, matando parte daquela tripulação).

John disse que, durante esse fato, sentiu que ia morrer como Buddy Holly, que perdera a vida na queda de um avião em 1959. Mas John, sempre John, ao perceber que estava seguro, após o avião aterrissar numa piscina de espuma e deslizar por mais de um quilômetro e parar, colocou as mãos em concha na boca e anunciou para os outros passageiros, loucos para saírem dali: " - Calma! Calma todo mundo!! Tá tudo bem, todo mundo, tudo bem! Vamos descer: Beatles, mulheres e crianças primeiro!".

Ademais, aconteceram shows em que eles não conseguiam sequer ouvir uns aos outros. Determinado fim de um deles Ringo disse: "- Puxa, eu não ouvia nada quando tocava A Taste Of Honey!", no que Paul respondeu: "- Ué, mas eu não cantei essa música hoje!".

Realmente, as performances ao vivo poderiam ter parado bem ao término de 1965, quando eles concordaram que precisavam se dedicar mais à feitura das músicas, trabalhar mais em estúdio, inovar, pois sentiam que poderiam "ficar para trás" naquela turbulência que chocoalhava o cenário cultural da época. O fim tão esperado, no entanto, veio no dia 29 de agosto de 1966 no Candlestick Park, São Francisco, de 9:27 à 10:00 da noite, em frente a 25.000 pessoas.

O espetáculo foi gravado por Tony Barrow, funcionário da NEMS, à insistência de Paul, que percebia ser aquele momento o fim de uma era.

Depois de nove anos e mais de 1400 concertos, os Beatles tinham dado o último espetáculo ao vivo deles, finalizando com Long Tall Sally. Listen!

sexta-feira, julho 28, 2017

YOU HID THE LIGHT OF DAY

I Don't Want To See You Again é uma das várias músicas que os Beatles deram para outros intérpretes lançar. 

Composta por Paul McCartney, e creditada a Lennon/McCartney, ela foi gravada por Peter and Gordon em 1964 como single

A canção alcançou o número 16 no Billboard Hot 100

Curiosidade: Peter Asher, um dos componentes da dupla, é irmão de Jane Asher, com quem Paul namorava na época. 

Ouça a canção, apresentada pelo próprio Paul! Yeah!

 
Check this out on Chirbit

terça-feira, maio 30, 2017

OH, BOY!

Como se sabe, a canção A Day in the Life do álbum Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band, é uma junção de duas músicas: de John (1a. parte) e Paul (2a. parte). 

Este take magnífico de hoje, traz a canção ainda em fase de burilamento, com apenas a primeira parte de John. 

Ouve-se, também, a contagem de tempo feita pelo eterno roadie Mal Evans, no local onde, num futuro próximo, foi inserida a parte da orquestra, orientada para tocar a esmo tentando alcançar as notas mais altas em cada instrumento.

Aqui, um "Ahummmm" coletivo finaliza a canção e que seria substituído, na gravação oficial lançada no álbum, por um tom de Mi maior, tocado simultaneamente por Mal Evans, John Lennon, Paul McCartney e Ringo Starr em três pianos diferentes, que foi triplicada através de "overdub", criando um efeito de apoteose. Genialidade. Ouça!


 
Check this out on Chirbit

sexta-feira, maio 26, 2017

GIVE US SOMETHING, JOHN!

O Álbum Let it Be, décimo terceiro e último disco dos Beatles, foi gravado em janeiro de 1969, porém só foi lançado em maio de 1970.

Das suas gravações pincei essa tomada onde ouvimos John se arriscando, sem muito entusiasmo é bem verdade, nos vocais de Something de George, que seria lançada em single (primeiro single dos Beatles contendo uma música de George no lado A - no lado B figura Come Together) e depois apareceria no álbum Abbey Road.

Como não era todo dia que podíamos ouvir John Lennon cantando, ou cantarolando Something, vamos ouvir atentamente! Cool! Listen!


Check this out on Chirbit

terça-feira, maio 02, 2017

SEVEN AFTER 1963

O post de hoje tem um chamado outfake, ou seja, é um outtake mexido, um remixfake, ou uma tomada falsa porque foi mexida... Ah, whatever!

One After 909 é uma canção composta por Lennon/McCartney bem no início da parceria. Entretanto ela só foi gravada em 5 de março de 1963 (mesmo dia dos primeiros takes de From Me To You e Thank You Girl), porém não lançada. Ela ganharia uma versão oficial em 1969 na composição do Álbum Let it Be, que, como se sabe, foi ganhar as ruas somente em maio de 1970.

O que você vai ouvir é a gravação de 1963, porém com os vocais (sensacionais!) de John e Paul, além do baixo, trazidos para o canal central. O restante dos instrumentos mantém suas posições da gravação original em stereo. Play it loud!

One After 909 (remix)

Check this out on Chirbit

sexta-feira, abril 28, 2017

PEOPLE

Hoje o blog separou um ensaio do reggae How Many People do álbum Flowers in the Dirt de Paul, lançado em 1989.

Essa canção foi dedicada à memória do ambientalista Chico Mendes, brasileiro e defensor da floresta amazônica, brutalmente assassinado. One, two... One, two, three!

domingo, abril 16, 2017

CALL ALL THE MINSTRELS FROM THE ANCIENT SHRINE

Off the Ground é o primeiro álbum de Paul nos anos 90. Ele foi lançado no dia 1º de fevereiro de 1993 no REINO UNIDO e no dia 9 de fevereiro nos USA.

O blog separou para hoje um alternate take de uma canção deste álbum, a bela C'Mon People. Espero que você curta. Ok, Paul!

quinta-feira, março 16, 2017

I'M FEELING BLUE AND LONELY

Eu li no excelente livro A História Por Trás de Todas As Canções dos Beatles, do Steve Turner, que apesar de What You're Doing contar uma história bastante convencional de um garoto que é enrolado por sua garota, a letra contém algumas rimas criativas em doing e blue an, running e fun in.

A parte mais memorável do arranjo são os Beatles gritando a primeira palavra de cada verso, e Paul completando as frases. É, possivelmente, uma das duas músicas que Paul começou quando estava no La Fayette Motor Inn, em Atlantic City, em 31 de agosto de 1964. 

Tim Riley, autor de um livro sobre os Beatles intitulado Tell Me Why, elogia a faixa por sua engenhosidade pop, dizendo que o acréscimo do piano à guitarra solo e o fade-out sugerem um amor pelos detalhes que eles desenvolveriam de maneira mais plena depois: "Os Beatles faziam muitas alterações dentro dos estúdios nas texturas e no clima das músicas. A essa altura, essas mudanças se consolidam não mais como um truque, mas como um traço estilístico deles". 

What You're Doing era outra canção escrita por Paul (com contribuições de John) especificamente para Beatles For Sale. A gravação é bastante esmerada, ela começou em setembro de 1964 e seguiu até o fim de outubro, quando a faixa tinha sido completamente refeita. 

O veredicto de Paul foi que a gravação acabou melhor do que a canção. E agora você vai ouvir o take 11 de What You're Doing. Enjoy!

 

segunda-feira, março 06, 2017

AND NOW?

Uma das últimas músicas compostas por John, Now And Then, ainda não foi trabalhada e lançada oficialmente. Ela chegou a ser cogitada para os projetos Anthology nos anos 90, mas não decolou.

Free As a Bird saiu no Anthology nº 1 (novembro de 1995) e Real Love no Anthology nº 2 (março de 1996). Now And Then deveria ter saído no Anthology nº 3 (dezembro de 1996), o único disco que não teve uma música "inédita"...

Ok. Isto posto, segue abaixo uma demo de John ao piano com um ótimo trabalho de restauração.

Em abril de 2008 li a notícia no tablóide inglês The Sun de que ela seria finalmente finalizada e lançada como tributo a Neil Aspinall, que morreu de câncer naquele mês e ano. Neil fazia parte do círculo íntimo dos Beatles desde o seu início e foi presidente da Apple Corps até 2007. O problema é que, diferentemente de Free As a Bird e Real Love, Now And Then estava (e parece que ainda está) bem mais incompleta, e que será um trabalho árduo dar-lhe condições de lançamento. George foi um dos que não aprovaram a sua inclusão nos projetos Anthology.

E você? O que acha? Paul e Ringo devem acabá-la e lançá-la, abandonando a posição de George? Confira e depois deixe sua opinião! Listen!

sexta-feira, janeiro 27, 2017

COME ON BEE GEES

Os Bee Gees foram uma banda formada pelos irmãos Barry, Robin e Maurice Gibb. 

Nascidos na Ilha de Man, viveram alguns anos em Chorlton, Manchester, Inglaterra. Ainda crianças se mudaram com os pais para Brisbane, em Queensland, na Austrália. 

Eles surgiram no cenário pop musical como uma banda composta por “três irmãos australianos” que, com suas baladas, acabaram conquistando o coração da galerinha nova. 

Fazem sucesso desde 1966, estando entre os maiores vendedores de discos em todos os tempos. Quem não curtiu Os Embalos de Sábado à Noite

Veja e ouça agora Os Bee Gees, novinhos e afinados, cantando Please Please Me dos Beatles. Curta!

segunda-feira, janeiro 23, 2017

I DON'T KNOW

Hoje o seu blog Beatles Outtakes traz um ensaio da belíssima canção de George Harrison Something, de 1969. Curta!

quarta-feira, janeiro 18, 2017

ANYBODY ELSE

Há vários trabalhos de mixagens com músicas dos Beatles, algumas com mistura de mais de uma canção, chamadas de mashups (o termo mashup veio da música, mais especificamente da eletrônica e significa misturar. Na música mashups são visíveis em mixagens feitas por DJs que a partir de uma música e sua melodia, obtém-se outra a partir de suas marcações).

James Richards produziu um trabalho, a que ele chama Everyday Chemistry e jura ser ser ele nada mais nada menos do que uma sessão de gravações feita pelos Beatles... Se você ficou curioso, vá até o site dele (clique aqui) e leia a história fantástica que ele criou a respeito dessa fita...

Mas agora vamos ouvir uma dessas canções 'criadas' por ele. Cool! Listen!

segunda-feira, janeiro 16, 2017

RED TONIGHT

Yes It Is é uma canção escrita por John, principalmente, em 1965 e creditada a Lennon / McCartney.

Ela foi lançada primeiramente como lado B de Ticket to Ride em 09 de abril de 1965.

John dizia que Yes It Is, juntamente com Run For Your Life, It's Only Love e Dig a Pony eram as canções que ele menos gostou de fazer. Em sua entrevista de 1980 na revista Playboy ele descreveu Yes It Is como uma tentativa de reescrever This Boy, que não funcionou. Paul, por outro lado, descreveu como "uma canção muito fina de John" e afirmou que, por sua vez, apenas "ajudei a terminá-la.".

No decorrer de uma sessão de cinco horas de gravação, os Beatles tentaram catorze takes da faixa base antes de aperfeiçoá-la, o que foi mais do que qualquer outra canção que gravaram em 1965. O dia foi 16 de fevereiro, mesmo dia que George completou I Need You. Depois de finalizarem a faixa base, John e Paul gravaram as vozes em três horas, cantando juntos.

Ouça agora o take 1 de Yes, It IsOk, John!



Posteriormente, a filha do escritor Fernando Sabino e ex-integrante do grupo vocal Céu da Boca, Verônica Sabino, apareceu em 1986 com a música Demais, versão de Yes, It Is, feita por Zé Rodrix e Miguel Paiva. Ouça!

sábado, janeiro 14, 2017

A KID NAMED SID

De 7 de fevereiro a 31 de março de 1977 Paul realizou a primeira sessão de gravações, na Abbey Road, para o seu próximo álbum London Town, que foi lançado em 31 de março de 1978. 

Nesse dia foram gravadas as músicas Londow Town (que Paul escreveu em Perth, Australia – Escócia e México!), Delivery Your Children (escrita durante as sessões do álbum Venus and Mars em Los Angeles) e Girl’s Shool (lado B de Mull of Kintyre). 

A segunda sessão só aconteceu em 1º de maio de 1977 num iate (isso mesmo!) chamado Fair Carol nas Ilhas Virgens! O primeiro nome para o álbum foi Water Wings, pois Paul montou um estúdio no barco e gravou várias outras músicas, entre elas Boil Crisis, não lançada oficialmente até o dia de hoje. 

1977 era o ano da explosão do Punk Rock na Inglaterra, que é um movimento musical e cultural que surgiu em meados da década de 1970 e que tem como características principais músicas rápidas e ruidosas, com canções que abordem ideias políticas anarquistas, niilistas e revolucionárias. Também abordam em suas letras problemas sociais como o desemprego, a guerra, a violência e drogas; ou o contrário disto: temas como relacionamentos, diversão e sexo. O visual agressivo e rasgado, chocante, que foge dos padrões da moda e da sociabilização, a linguagem despudorada, a filosofia “faça-você-mesmo” (Do It Yourself em inglês, ou, numa sigla, DIY), a imagem “anti-ídolo” (inclusive sem ser obrigado a tocar corretamente seu instrumento) e atitudes destrutivas também são outras características do punk; embora, lógico, nem todas as bandas tenham seguido ou sigam tal padrão. 

O movimento se opôs, principalmente, aos excessos do rock progressivo, do fusion e do hard rock quando, em 1977, invadiu a Inglaterra via Estados Unidos. Neste cenário, a banda punk de Johnny Rotten, o Sex Pistols, estava em evidência e Rotten usava uma camiseta na qual se lia “Odeio o Pink Floyd”, bem característico da postura iconoclasta do movimento. A banda era composta originalmente por ele, o vocalista Johnny Rotten, o guitarrista Steve Jones, o baterista Paul Cook e o baixista Glen Matlock. Matlock foi substituído por Sid Vicious no início de 1977 e Sid passou a estar sempre em evidência na mídia devido ao seu comportamento pra lá de excêntrico e, claro, chamativo. 

Daí, Paul McCartney resolveu “contar uma historinha sobre Sid” na canção Boil Crisis (algo como Crise das Espinhas) como que numa resposta às provocações do movimento que caía matando sobre o rock progressivo e até mesmo o rock tradicional. E o fez no estilo punk, com uma letra bem maluca, porém, acredito, Paul nunca se sentiu bem em lançá-la e, portanto, como já dito, ela é inédita até hoje. Listen!

quarta-feira, janeiro 04, 2017

I HAD NINETEEN DATES

A postagem de hoje traz George Harrison interpretando Everybody's Trying To Be My Baby junto de um dos seus ídolos: Carl Perkins, autor da canção. É visível a alegria de George, pois ele a gravou no álbum Beatles For Sale, de 1964.

A filmagem é do dia 9/9/1985 no Capitol Theatre - Passaic, NJ. Listen!